ThrombosisChip

A trombofilia, tendência patológica para desenvolver tromboses, é um estado complexo no qual intervêm fatores genéticos e ambientais, bem como interações gene-ambiente. De acordo com o estudo GAIT , os fatores genéticos podem explicar 60% da etiología das tromboses.

Um terço dos pacientes com trombofilia congénita, têm o seu primeiro episódio de Trombose Venosa Profunda (TVP) ao mesmo tempo em que se dá um fator de risco adquirido, como por ex. A gravidez. Identificar as mulheres grávidas de alto risco, poderá diminuir a incidência e complicações desta doença durante a gestação.

ThrombosisChip deteta a trombofilia esperada a partir de uma amostra de sangue materno, mediante o estudo de 12 variantes alélicas, em 7 genes relacionados com o risco de Doença Tromboembólica Venosa (ETV) na cascata da coagulação.


> 98% especificidade e sensibilidade

PAINEL GENÉTICO
IIncluie as 12 variantes genéticas de risco mais relevantes

+

SCORE DE RISCO
Algorítmo único que pondera o risco de cada factor, mediante dados genéticos e clínicos

+

RECOMENDAÇÕES
Relatório individualizado de recomendações, da responsabilidade do Dr. José Manuel Soria


Recomendado em caso de:

  • Antecedentes familiares de trombofilia

  • Gravidez de alto risco (Pré-eclampsia, implantações falhadas, abortos recorrentes…)